Quando e como vocês informaram os clientes acerca dessa mudança?

Enviamos o e-mail a seguir a todos os clientes que tivessem saldo de consultas em qualquer serviço Web em 11/08/2016:

Prezado cliente MaxMind,

Observe que brevemente haverá uma mudança na forma de aquisição de consultas dos serviços MaxMind. Você não precisa tomar nenhuma providência.

Hoje, as consultas de cada serviço são adquiridas separadamente. A partir de 12 de setembro, você depositará um valor em dinheiro em sua conta. As consultas feitas a qualquer serviço MaxMind serão deduzida desse saldo. Este sistema simples permite abastecer uma única conta para ser usada com todos os serviços.

Você pode selecionar a opção de autorrecarga para debitar automaticamente sua forma de pagamento e adquirir mais créditos quando seu saldo cair abaixo de 25% do valor de sua última compra.

Se você tiver uma assinatura mensal de serviços ou saldos de consulta configurados para a renovação automática, essas opções serão convertidas automaticamente para autorrecarga e atualizadas quando o saldo cair abaixo de 25% de sua compra mais recente. O novo valor mínimo de compra é de US$ 20. Se você tiver vários saldos de consulta vinculados a diversos serviços, eles serão combinados em um único valor de recarga automática.

Considere, por exemplo, um cliente com duas assinaturas mensais de US$ 20, uma do GeoIP2 Precision City e outra do minFraud Standard, cada uma delas com saldo de consultas no valor de US$ 8. Isso se converteria para US$ 16 em crédito de consultas com um autorrecarga de US$ 40 que é acionada quando o saldo total cair para US$ 10.

Essa alteração não afeta compras de bancos de dados GeoIP. Como sempre, a licença de instalação do banco de dados é uma compra única e é possível se cadastrar para receber atualizações ou atualizações de compra conforme a necessidade.